Além e aquém da península Ibérica

Além fronteiras é tudo menos ibérico

O indivíduo elaborou modernidade
Mas ficou infecundo nas relações da cidade
Criou tesouros de cultura arquitectónica
Mas ficou com a garganta afónica
Espalhou tesouros orçamentais
E esganou os laços comportamentais

É utilitário, maquinal e escolástico
Não possui a seiva louca do elástico
É abatido quanto a lâmina de aço
Possui a razão além do seu próprio espaço
Vive num salão desenxovalhado e comodista
É filosofo maior, arrogante artista.

Aquém é da Europa, apêndice periférico

O indivíduo ocultou o modernismo
Explodiu na relação banhado de arcaísmo
Criou rios de risos e olhares altruístas
Cadernos de letras fixas nacionalistas
Bombeou o torso de cores medievais
E dançou lábias nos morenos arraiais

É expansivo, original e cabalista
Possui o mais sólido ocidente bairrista
É trigueiro, quanto o avoengo era celta
Tem uma língua trivial afiada e esbelta
Vive no adro da igreja, oferta abraços pios
É fado menor, mas sabe aceitar desafios

Antanho Esteve Calado

22 comentários:

TERE disse...

De novo e também neste blogue os meus parabéns e um abraço sentido.

Tere

fernando oliveira disse...

Obrigado amiga, o Antanho andava um pouco triste, pois penso que é a primeira mensagem que recebe, este autor, um dos meus pseudónimos, escreve mais em relação ao país onde nasceu o autor, nem sempre ele é meigo com esse país, existem talvez razões para isso.

abraços

fernando

Rosemildo Sales Furtado disse...

Nossa, nunca vi tanto defeito e tanta intolerância numa só pessoa, acho que o carro dele só tem marcha RÉ.

Andei navegando, invadí e comentei. Isso só pra não dizerem que estive calado.

Abraços,

Furtado.

fernando oliveira disse...

Caríssimo, obrigado pela leitura e pelo comentário, se os meus escritos inspiraram o teu comentário – penso que foi o caso – não escrevi em vão.
Nem tu nem eu estamos calados, é assim que a literatura avança.

Abraços

Fernando

TERE disse...

Assim como com o Sonho...mas que por vezes as deumanidades os transformam em poesias...Tb estou cheia de esperar, em vão, quase em degredo, neste País onde nasci e trabalhei,pago os meus impostos e desconto tudo queimpões a lei...mas liberdadejá senti em mim...Agora não!!!

TERE disse...

E o sonho de continuar a sonhar...

Bjs

fernando oliveira disse...

É verdade minha cara, o meu problema é militar, pois passei muito tempo no exército, tempo esse que foi para as calandras gregas.

agora já não sonho com uma rectificação, pois estou perto da aposentadoria pela idade.

boa sorte para ti e para os outros que estão nesta situação.

abraços

fernando

O Profeta disse...

A maresia adormeceu na areia
O mar transformou-se em espelho de água
Uma nuvem mirou-se nele
Verteu uma última gota de mágoa

Este sol que beija a ilha na manhã
Trás um sorriso cheio de mistério
Este verde orvalhado pela bruma da noite
É o tapete de um Deus no seu império


Convido-te a veres o teu mais profundo no “Espelho Mágico”


Abraço

fernando oliveira disse...

Minha máxima culpa de não ter lido, será reparado o esquecimento.

abraços

fernando

ESPEJO DE MI ALMA disse...

Saludos desde Gautemala besos y abrazos fraternales ..ciaoo

fernando oliveira disse...

Obrigado Nancy, saudações de Paris.

Fernando

blogdafurg disse...

Quanta produção em blog! Vim mretribuir a visita. Muito bom trabalho. Abraço.

Andréia Alves Pires disse...

eu esqueci de deslogar do blogdafurg. vim retribuir a visita no Solstícios. agora, sim: um abraço.

fernando oliveira disse...

Ok Andréia, obrigado pela leitura e mensagem.

abraço

fernando

fernando oliveira disse...

Blogdafurg, retribuo o meu obrigado.

Fernando

TERE disse...

"E a vida vai passando ao lado"...

dade amorim disse...

Fernando, não sei por quê, lendo seus poemas tenho a sensação de que é meu pai quem fala. Não me entenda mal, é uma impressão que não posso evitar, creio que por uma semelhança do estilo. Gosto de vir aqui.
Um beijo.

Karine disse...

Interessante.
Gostei muito desse cantinho.

fernando oliveira disse...

Dade, tenho a certeza que a comparação com o teu pai é no sentido da sua sabedoria, imagino que seja um literato, agradeço a comparação mesmo sem saber.

abraços

Fernando

fernando oliveira disse...

Obrigado Karenine pela leitura e comentário.

abraços

Fernando

Sandra disse...

Ola Amigo!
Vim lhe convidar para amanhã dia 10.09, tomar café em meu blog. Curiosa está completando um ano de existência e sua presença é muito importante.
Te espero lá com muito carinho.
Seja bem vinda.
Sandra

fernando oliveira disse...

Passou a data, espero que o café não esteja frio, vou passar para ver.